Linha WEG de motores de acordo com a Lei de Eficiência Energética

Linha WEG de motores de acordo com a Lei de Eficiência Energética

A linha de motores elétricos W22 IR3 Premium foi desenvolvida para igualar a competitividade do parque industrial brasileiro frente às indústrias internacionais que são referências em eficiência energética.


Em 29/10/2018

Os motores de indução trifásicos são os equipamentos responsáveis pela maior parte do consumo de energia elétrica do país. Pensando nisso, o Ministério de Minas e Energia (MME) determinou o programa de metas de rendimento nominal mínimos para tais motores.

A partir de 30 de agosto de 2019, o índice de rendimento padrão definido pela Portaria Interministerial Nº1 passa a ser o IR3 Premium, porém, a data limite para comercialização dos motores de níveis inferiores, fabricados ou importados será 28 de fevereiro de 2020.

O programa trará benefícios energéticos e de mercado importantes para a sociedade, colocando o Brasil em um grupo seleto de países que possuem rendimentos nominais mínimos da categoria denominada Premium.

O prognóstico deste programa é que as metas de rendimento gerem uma economia de energia acumulada de 11,213GWh entre 2019 até 2030, atingindo no último ano a economia de 1,830GWh/ano, equivalente ao atendimento de mais de 560 mil residências em um ano ou ao consumo de uma cidade com quase 1,9 milhões de pessoas.

A REVIMAQ, revendedora autorizada da WEG, já oferece os motores elétricos W22 IR3 Premium (motores desenvolvidos de acordo com o novo programa de metas) que reduzem o consumo e a demanda de energia elétrica, os custos de manutenção, além de possuir maior vida útil e oferecerem menores níveis de temperaturas nas operações.

Linha W22 IR3 Premium

Segundo o Diretor de Vendas da WEG Motores, Fernando Garcia, as empresas que se interessam em aprimorar mais seus sistemas de motores podem considerar soluções com níveis de eficiência ainda superiores, como o IR4 Super Premium e o IR5 Ultra Premium, que são motores acima dos níveis exigidos pelo novo programa.

A definição foi lançada em Junho de 2017 e, com ela, o Brasil passa a ser um dos pioneiros - junto aos EUA e ao Canadá - na adoção de um nível mínimo de rendimento para motores trifásicos fracionários. O programa estabelece, também, que a fabricação e importação de motores com os novos rendimentos passam a ser obrigatórios a partir de 30 de agosto de 2019 e sua comercialização pode acontece até seis meses após a data indicada.

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - INMETRO será o responsável pela fiscalização, acompanhamento e avaliação do cumprimento do disposto nesta Portaria, cabendo-lhe reportar ao Comitê Gestor de Indicadores e Níveis de Eficiência Energética - CGIEE as não conformidades verificadas.

O diretor comercial da Revimaq, Sr José Laercio Leonardi, intera que a lei favorece a toda a população, principalmente numa fase em que as maiores economias globais investem em sustentabilidade e energia limpa: "É um avanço para os parques industriais brasileiros que beneficiará a população em curto e longo prazos, dando margem ao melhor aproveitamento da energia e como consequência, potencializando o fator energético sustentável no país".

Aproveite a oportunidade para desenvolver uma redução de custos com motores WEG e tirar proveito do programa de troca de motores elétricos promovido pela WEG e Revimaq.



Mantenha-se Atualizado

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das notícias, lançamentos e informações relevantes do nosso campo de atuação.

Fique tranquilo. Nunca enviaremos spam.

noticia.php